domingo, novembro 28, 2021

Wattpad

 

Quando era miúda, gostava de ler. Como não tinha muitos recursos para comprar livros nem as duas livrarias da vila ofereciam uma diversidade de títulos apetecíveis, frequentava a biblioteca pública, uma sala da Gulbenkian, instalada no edifício da Câmara Municipal. Aliás, era nas traseiras desse mesmo edifício que estacionavam as carrinhas cinzentas da Biblioteca Itinerante.

Talvez por gostar de ler, nasceu em mim, quando frequentava o 9.º ano, a vontade de escrever uma espécie de conto, que ocupou todo um caderno de tamanho A5, de capa com um padrão de xadrez. Partilhava este gosto com uma colega com quem, no 10.º, competiria na leitura de todos os policiais de Agatha Christie e de A. A. Fair que havia na biblioteca.

Hoje, algumas adolescentes (só tenho conhecimento de raparigas) – fiquei a sabê-lo há dias – usam aplicações para ler e para escrever histórias, entre as quais o Wattpad. Ainda não fiz a inscrição, para me certificar da qualidade e do teor dos textos, mas não deixo de ficar satisfeita por saber que há, entre as novíssimas gerações, quem leia e quem escreva, num momento em que eu pensava que já não havia remédio. 

1 comentário:

  1. Também fui grande frequentadora das bibliotecas itinerantes da Gulbenkian. É bom saber que há jovens que se interessam por ler porque eles têm tantas solicitações...
    Uma boa semana com muita saúde.
    Um beijo.

    ResponderEliminar