sábado, junho 20, 2009

em tosca tentativa poética

quero felicitar o poeta José Marto (que já tive o gosto de conhecer), pelo lançamento do livro Pastoreio, que terá hoje lugar. Com muita pena minha, não poderei estar presente.
Também de suor e sangue também de abismo também de comunhão... se desenham as palavras que revelam o poema também de pó de estrelas e de águas límpidas também de brisa também de orvalho também de insectos e de rastejantes criaturas que só o poeta demiurgo do universo inscreve nas pedras do tempo Parabéns, poeta!

3 comentários:

  1. parabéns pelo lindo poema! :)
    continuo às espera de mais...
    bjoca grande

    ResponderEliminar
  2. Obrigada!

    Não queres tentar ilustrá-lo?

    Assim ficaria melhor.

    Beijocas grandes e bom fim-de-semana.

    ResponderEliminar
  3. « que só o poeta
    demiurgodo universo
    inscreve nas pedras do tempo»
    Saibamos Fazê_lo Poeta!
    Abraço de grata partilha , reconhecido , muito ...
    _______ JRMARTO

    ResponderEliminar