segunda-feira, novembro 17, 2014

A fazer um esforço para descomplicar

«Pouco te importa aquilo que os outros pensam de ti quando acreditas em ti. O que importa é provares a ti mesmo que não tens de provar nada a ninguém. O que importa é continuares firme no teu caminho em nome não da obstinação, mas da determinação, da tua força e da tua fé. O que importa é saber que se falhares o mundo não acaba e que as pessoas que realmente gostam de ti e te aceitam como és vão estar lá [sempre, sempre, sempre] para ti, para te carregar ao colo de todas as vezes que o teu mundo desmoronar. O que importa é que ao longo do teu caminho consigas aprender a rir de ti. A ser leve perante a vida, a relativizar, a descomplicar, a desconstruir, a descobrir em ti o gosto pela simplicidade. O que importa de verdade é que continues a sentir essa incessante vontade de ser feliz, esse impulso bonito que te motiva a acordar todos os dias e a dar a ti e aos outros o melhor que carregas no peito. O que importa de verdade é que saibas, é que tenhas a certeza absoluta, que só depende de ti seres mesmo, mesmo feliz.»


Texto surripiado daqui

7 comentários:

Mar Arável disse...

Por vezes sós

mas nunca isolados

Mar Arável disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
pcristinasantos disse...

O que vale a pena estará sempre :)

deep disse...

Mar Arável, "nenhum homem é uma ilha". :)

Isabel disse...

Gostei muito do texto!
É muito bom acreditarmos em nós e nos que nos amam :)

Bom fim-de-semana:)

deep disse...

Paula, ainda bem que assim é.:)

deep disse...

Isabel, é isso que faz muita coisa valer a pena. :)