terça-feira, janeiro 10, 2017

Depois vieste tu

XVIII

               (Experiência.)

Depois vieste tu
(tu quem?)
e meteste nos sonhos, no mel, nos cravos
as pedras que piso..
E apedrejaste a morte
com o teu sorriso.


José Gomes Ferreira

4 comentários:

CCF disse...

O meu querido poeta!
Tão esquecido...
~CC~

Mar Arável disse...

O nosso Zé Gomes
sempre

Jaime Portela disse...

Até parece simples escrever assim...
Bom fim de semana, querida amiga Deep.
Beijo.

deep disse...

O poeta de que gosto bastante, CC. :)

Mar Arável, sempre! :)

A simplicidade exige exercício, Jaime. :)

Bom resto de domingo e boa semana para todos.
Beijos