quarta-feira, dezembro 11, 2013

Pensar é encher-se de tristeza

To think is to be full of sorrow


J. Keats, Ode to a nightingale

Pensar é encher-se de tristeza
e quando penso
não em ti
mas em tudo
sofro

Dantes eu vivia só
agora vivo rodeada de palavras
que eu cultivo
no meu jardim de penas

Eu sigo-as
e elas seguem-me:
são o exigente cortejo
que me persegue

Em toda a parte
ouço seu imenso clamor

Ana Hatherly, O pavão negro, 2003

2 comentários:

Kátia disse...

Um pouco triste...mas muito sentida.

deep disse...

Triste, mas bonito. :)