quinta-feira, dezembro 12, 2013

Ainda o Natal


Hoje recebi o primeiro - e, suspeito, único - cartão de Boas Festas. Actualmente, é tão raro encontrarmos na caixa do correio cartas de amigos ou de familiares, que não podemos deixar de ficar felizes quando encontramos uma.
O cartão foi escrito pelo J., um amigo que vive no litoral, que não vejo há aproximadamente um ano, mas com quem falo ao telefone quase todas as semanas. O J., que não tem facebook, nem visita blogues, é adepto de uma boa conversa, como é grande apreciador de música e de poesia, ainda que a sua área de formação inclua bichos e plantas. Temos em comum a preferência por Álvaro de Campos.
Conheci o J. no meu local de trabalho há mais de quinze anos e, desde então, não deixámos de estar ligados, apesar de vivermos longe e de termos formas diferentes de estar na vida e opiniões divergentes sobre certos assuntos.
O J. não só optou por viver sozinho, como quase invariavelmente passa as épocas festivas sem companhia, ainda que alguns familiares e amigos, entre os quais eu própria, o convidem para as suas casas. Por esse motivo e porque somos amigos desde que nos conhecemos, no Natal e na passagem de ano nunca deixamos de telefonar e, sempre que se proporciona, prolongamos a conversa até baterem as doze badaladas.

6 comentários:

Kátia disse...

Ah!Eu adoro os cartões e mesmo em meio as tecnologias gosto de enviar alguns para os amigos.Para os mais queridos faço artesanalmente e com gosto.E quanto ao seu Amigo,penso que a sua Amizade deve ser o presente mais valioso que ele tem.
;-)
Um beijo!

deep disse...

Kátia, nos últimos anos tenho enviado poucos cartões, mas mantenho ainda a tradição de os mandar para algumas pessoas que valorizam o gesto.

Obrigada pela visita e pelos comentários simpáticos. Bj :)

Isabel disse...

Um bonito postal!
Recebi ontem o primeiro deste ano, duma amiga que já fiz na blogosfera.
Creio que vou receber mais, mas poucos. Eu mando, e faço-os eu.

É bonita essa tua amizade!
Um beijo

Célia Maria-Fênix27 disse...

Olá!
Como é gratificante receber cartões dos amigos,parentes e afins.Mesmo com tudo na tecnologia,é sempre bom ainda voltar no tempo,ser a moda antiga.
Bem cheguei aqui através de outro blog e já estou a te seguir.
Faço o convite para que conheça o meu blog,espero que goste.
Felicidades.
http://www.celiamariadesousarrudajacobino.com

Nilson Barcelli disse...

As Boas Festas em papel têm outro sabor.
Mas está a ficar em desuso...
Minha amiga, tem um bom fim de semana.
Beijo.

DIOGO_MAR disse...

As novas tecnologias, embora práticas, são geladas.
Nada como o gesto de segurar nas mãos um postal, sentir a textura, e o brilho do cartão.

FELIZ NATAL e um próspero 2014

A prenda que tenho para todos os que partilham a blogosfera comigo, está num dos meus 2 blogs, de cariz diferente, mas com a mesma paixão, a escrita.
A MINHA MANTINHA
Mais uma história escrita por mim.

UM NATAL MAIS QUE PERFEITO

http://diogo7mar.blogspot.pt/