domingo, setembro 08, 2013

(im)porta


«Que me importa, agora que me importas,
que batam, se não és tu, à porta?»

Fernando Assis Pacheco, excerto do poema "Seria o amor português (variações sobre um fado)" (aqui)

3 comentários:

Isabel disse...

Linda porta! É um dos meus temas preferidos, para fotografar.

Boa semana!

© Piedade Araújo Sol disse...

gosto...

tenho um poema de minha autoria que acho ficava muito bem aqui,porque fala em portas.

conheço o do Assis Pacheco que é muito bonito.

uma boa semana.

beijos

:)

deep disse...

Obrigada, Isabel. É um dos meus temas preferidos: as portas, em particular fechaduras. :)

Piedade, seria um prazer conhecer esse poema e "ilustrá-lo" por aqui com a foto de uma porta. :)

Beijos para ambas