sábado, setembro 07, 2013

Dos reencontros

O Verão de 2013 tem sido um período de reencontros. O próximo será amanhã. E como me têm sabido bem estes momentos com amigos que conheço quase desde que me conheço, alguns dos quais não via há alguns anos! 
É reconfortante percebermos que, mesmo depois de dois, seis ou doze anos sem nos vermos, continuamos a ser importantes na vida uns dos outros. Não há como sentirmo-nos em casa ou conseguirmos aguentar uma conversa com o à vontade de quem se viu no dia anterior. Impagável é também recebermos a amizade sob a forma de sentidos abraços, de olhares e de palavras transbordantes de ternura, como é igualmente bom voltar aos lugares onde, outrora, fomos felizes juntos. 

5 comentários:

Nilson Barcelli disse...

Reencontrar os amigos é sempre agradável.
Diverte-te, por isso...
Querida amiga, tem um bom fim de semana.
Beijo.

deep disse...

Obrigada, poeta. Um bom domingo para ti. Bj

Isabel disse...

Tenho poucos amigos de infância, com os quais continuo em contacto, mas é isso mesmo: podem passar anos, mas é como se fosse ontem...

Anónimo disse...

Como sempre, revejo-me no que escreves. Beijo grande. Xi apertadinho

deep disse...

Isabel, ainda contacto com alguns amigos de infância, de adolescência ou dos tempos da faculdades. Felizmente, continua a ser muito bom reencontrá-los. :)

Menina "Sapinho" (eu sei que és tu o "anónimo", pelo menos neste caso!), foi muiiiitooo bom rever-te! Todo o tempo que passámos juntas me pareceu pouco, para o muito que tínhamos para dizer.
Um xi grande, grande para ti. :)