segunda-feira, junho 18, 2012

Nada se perde, tudo se transforma


Belmonte, Maio de 2012

4 comentários:

Mar Arável disse...

Tudo se move

até o vento

Anónimo disse...

Em tudo, há uma fertilidade reconfortante...

Anónimo disse...

Ou, pensando melhor, em tudo, há uma potencialidade reconfortante...

deep disse...

E tudo resulta da criatividade e da vontade. :)

Bom fim-de-semana para ambos.