terça-feira, julho 12, 2011

O último andar



No último andar é mais bonito:
do último andar se vê o mar.
É lá que eu quero morar.


O último andar é muito longe:
custa-se muito a chegar.
Mas é lá que eu quero morar.


Todo o céu fica a noite inteira
sobre o último andar
É lá que eu quero morar.


Quando faz lua no terraço
fica todo o luar.
É lá que eu quero morar.


Os passarinhos lá se escondem
para ninguém os maltratar:
no último andar.


De lá se avista o mundo inteiro:
tudo parece perto, no ar.
É lá que eu quero morar:
no último andar.


Cecília Meireles

5 comentários:

Elisa T. Campos disse...

navegando nos blogs, aqui fiquei.
Gostei do seu espaço.

bjs.

Anónimo disse...

também quero um último andar passava tudo o que havia a passar só de poder respirar...

bjkoas mtas

maria3

deep disse...

Obrigada, Elisa. Volte sempre. :)

maria3, há que não perder a esperança. :) Beijocas

anamaria disse...

Também vivo num último andar e vou mudar de casa, para um último andar! Gosto muito deste poema de Cecília!

Dulce disse...

Gosto muito deste poema, eu também. Mas do último andar, gosto muito mais se o prédio tiver elevador... :)