terça-feira, março 02, 2010

Cinco Palavras Cinco Pedras

Antigamente escrevia poemas compridos
Hoje tenho quatro palavras para fazer um poema
São elas: desalento prostação desolação desânimo
E ainda me esquecia de uma: desistência
Ocorreu-me antes do fecho do poema
e em parte resume o que penso da vida
passado o dia oito em cada mês
e delas vem a música precisa
para continuar.Recapitulo:
desistência desalento prostação desolação desânimo
Antigamente quando os deuses eram grandes
eu sempre dispunha de muitos versos
Hoje só tenho cinco palavras cinco pedrinhas


Ruy Belo, Todos os Poemas

3 comentários:

Anónimo disse...

É um roubo muito grave se usarmos as 5 palavras do poeta?
E não é preciso chegar o dia 8...

Muito obrigada, muito bom, nem consegues calcular quanto...

Bjis

rubia

deep disse...

rubia, as palavras são de quem as usa... De certa forma, também eu as usei. :) Não tens que agradecer.

Bjs

ana maria disse...

E eu as uso cada vez mais...