quinta-feira, janeiro 08, 2009

café e dicas úteis

No início da minha adolescência, apareceu lá por casa, pela mão da minha mãe, uma reedição de um livro intitulado Mãos que Prestam. Não houve nessa aquisição, lembro-me claramente, a intenção de que as filhas viessem a ser boas esposas e boas mães, antes uma vontade de aperfeiçoamento próprio.
O livro, mais do que um manual de etiqueta como algumas publicações que surgiram pela mesma altura, constituía uma compilação organizada de utilidades. Iniciava cada capítulo com uma citação de um autor conceitado e uma imagem de um pintor de renome - lembro-me de uma do Vermeer.
A secção mais visitada pelas mulheres da casa, como referiu há tempos a Ana, era a da culinária, onde poderíamos encontrar um conjunto pequeno, mas interessante, de receitas de doces e salgados. Mãos que Prestam dava dicas sobre os utensílios básicos para a cozinha, sobre a melhor forma de organizar o roupeiro, sobre como aproveitar os espaços ou como tirar partido de móveis ou de roupas velhos. Foi também por ele que aprendi como passajar roupa e alguns truques para tirar nódoas dos tecidos. Hoje, para suprir a falta desses livros (hehehe!), uma marca de café decidiu presentear-nos com algumas utilidades, em indicações breves, que poderemos ler nos pacotes de açúcar, enquanto saboreámos um cafezinho.
Para aqueles que não tomam café ou que preferem outra marca (eu também, mas no trabalho não tenho outro remédio), partilho algumas convosco. Gosto sobretudo da primeira!

1 comentário:

Infame da Vileza disse...

Funcionam como uma pausa de tanto protótipo de Semideuses e muitas vezes como motivo de conversa com o café do lado!
Bjs