terça-feira, maio 29, 2007

O sorriso

(Imagem retirada da net)

Creio que foi o sorriso,
o sorriso foi quem abriu a porta.
Era um sorriso com muita luz
lá dentro,
apetecia
entrar nele,
tirar a roupa,
ficar
nu dentro daquele sorriso.
Correr,
navegar,
morrer naquele sorriso.



Eugénio de Andrade

6 comentários:

Miguel disse...

Diz que existem sorrisos assim...

ana maria disse...

O "meu" Eugénio...sempre me faz sorrir, por dentro e por fora...

Alecrim disse...

Diz que sim, Miguel...

Alexandre disse...

Há sorrisos únicos, abertos, sinceros, eloquentes!!! Adoro sorrisos, faço tudo para ver um sorriso!!! Adoro as pessoas que sabem sorrir, porque nem toda a gente sabe sorrir... sorrir só está ao alcance de uns quantos... os verdadeiros!!!

Beijinhos!!! Muitos!!!

Koky disse...

Conheço sorrisos assim, já tive sorrisos assim...

Virgínia do Carmo disse...

Um sorriso pode fazer milagres.
Muito belo este poema!

Beijinhos, Luísa :)