domingo, novembro 12, 2006

devaneios...

...de quem tem mais que fazer, mas não quer!
( Edward Hopper, Quarto de Hotel, 1931)

É do silêncio que te quero falar.
Dos dias feitos de solidão e de espera.
Das horas em que, inertes, 
as mãos jazem esquecidas no regaço.
Em que os lábios desaprendem
a linguagem dos sonhos.
E os olhos
Se tornam brancos
De esquecimento.

7 comentários:

Miguel disse...

É bom, principalmente aos Domingos termos a liberdade de "não fazer". Devíamos, mas...também devemos exercitar a nossa liberdade de não fazer.

Mas...notei tristeza, nostalgia? Arriba, menina, tá um sol bonito, sai do "quarto de hotel" e sonha de novo

tsiwari disse...

e eu
contar-te-ia dos raio de sol
que atravessam as nuvens mais cerradas

e das praias de Inverno
que te esperam
para nos teus olhos reverem
cada Verão que lá passaste

e das flores que se abriram para ti

e dos alunos que marcaste

e dos amigos que contas

...

*

Araj disse...

Que quadro triste!?

É bom, por vezes, termos o poder de escolher não fazer nada...

Boa Semana.

deep disse...

Olá, meninos!
Quem ousa ficar triste depois de palavras tão simpáticas?!

Tens razão, Miguel: devíamos aprender a não fazer nada e, sobretudo, a não sentir culpa por isso.

Tsiwari, parece que adivinhei o teu conselho:fui ao encontro dos raios de sol... mas continuam a fazer-me falta as praias!

Araj, referes-te ao quadro do Hopper? De facto, não é propriamente simpático...

Bjs e boa semana para todos.

pinky disse...

sei bem como isso é! tenho um relatório para fazer e ando aqui na blogoesfera passeando-me ai ai....
boa semana, bjs.

Rosario Andrade disse...

Bom dia Deep!
O teu post encheu-me de saudades dos montes e das doces neblinas que por vezes os embalam.
por aqui esta friozito e um vento insuportavel varre os diase a pouca claridade. Por isso aproveta bem os restos de sol...
Bjicos anchos!

Yashmeen disse...

Belíssimo.
Obrigada pelo banner.

Beijinhos.