sexta-feira, outubro 13, 2006

tudo é relativo

Consideraria ser azar: 1. perder o autocarro duas vezes no mesmo fim-de-semana; 2. ficar no Ip4 por falta de combustível; 3. ficar, no dia seguinte, no Ip4, por avaria, sozinha, já de noite; se: 1. não tivesse tido a oportunidade de ter conhecido duas pessoas simpáticas no comboio; 2. não tivesse tido a sorte de uma mãe ter confiado em mim e me pedir para lhe ficar com o filho - um bebé muito bem disposto! -, enquanto ela ia à casa de banho, na estação de camionagem; 3. sermos três dentro do carro à espera que outro amigo nos trouxesse um garrafão com gasóleo para fazermos o percurso até casa; 4. não tivesse, de imediato, passado uma amiga que, reconhecendo o meu carro, parou e me fez companhia até chegar o reboque; 5. o reboque tivesse chegado depois de 45 minutos de espera; 6. dois agentes da BT não tivessem ajudado a passar o carro para a faixa contrária; 7. a avaria fosse no motor e a conta de oficina excedesse o meu saldo bancário! Moral da história: "Nada nunca é tão mau que não possa ser pior." (Se bem me recordo, esta é do Calvin.)

12 comentários:

alyia disse...

Felicidade é um agora que não tem pressa nenhuma;
Amizade é quando não fazemos questão de nós próprios e nos emprestamos aos outros.

A tua amiga tem toda a razão :)
Obrigada Deep

Yashmeen disse...

Nem sei se te fale em azar ou em sorte... faz-me lembrar a teoria do copo meio cheio ou meio vazio... mas ainda bem que consegues ver o lado bom das coisas.

Rute disse...

É isso mesmo. Podia sempre ser pior! Já chega de pessimismo! Há que ver o lado do bom da vida!

Bom fim-de-semana

Desambientado disse...

A Lei de Murphy diz que quando há possibilidade de uma coisa correr mal, ela correrá mesmo mal. Ultrapassamos isso muitas vezes com boa disposição, outras vezes faltam-nos as forças.

Nilson Barcelli disse...

Resumindo, podia ser pior...
Beijos

PS: é possível mesmo uma mulher ser tanto para um homem. Mas não leves à letra tudo o que escrevo... já ouviste falar de "liberdade poética", por certo...

Barão da Tróia II disse...

Ele há dias do diacho, pois há...Boa semana.

Araj disse...

realmente há dias que à tarde não se pode sair à noite...

pinky disse...

xiiii viveste intensamente esta sexta-feira 13....mas nada melhor do k relativizar as coisas, é assim mesmo! melhor semana para ti bjs

gala disse...

e se nao fosses tu a contar nao acreditava. tanta aventura .....
beijos

TsiWari disse...

~what a day!
wasn't it fun_tastic?


;)*

Mojo Pin disse...

xiii...que dose. Mas valeu a pena e isso é que importa:) e serve sempre para contarmos aos nossos netinhos;)*

deep disse...

Alyia, fico contente que tenhas voltado... haverá um regresso ao teu blog?

Yashmeen, sê benvinda ao "letras". Infelizmente, nem sempre consigo ver o lado positivo das situações...

Rute, o ideal seria que conseguíssemos sempre fazê-lo... ou não!

Desambientado, mas também há um ditado popular que diz que "depois da tempestade vem a bonança"... prefiro, ainda que talvez ilusoriamente, seguir os antigos.
Gostei do teu regresso.

Nilson, em parte, brincava contigo quando perguntava se uma mulher pode ser para um homem tudo o que escreveste. Eu sei - até porque tenho obrigação disso - que agrande parte do trabalho poético resulta do "fingimento" no sentido pessoano.

barão de tróia II, dias do "diacho" ou não, talvez sejam necessários para nos mantermos acordados e para valorizarmos os dias bons.

araj, deixa-me completar a tua frase: Há dias de manhã, que a gente à tarde não pode sair à noite...

pinky, os incidentes que enumerei ocorreram no espaço de aproximadamente uma semana, antes de sexta-feira, 13... assim, posso estar descansada quanto a esse dia pra muitos aziago!

gala, por estranho que pareça, tudo isso aconteceu comigo. Na verdade são episódios mais ou menos insignificantes que só ganham relevo por terem acontecido em catadupa.

tsiwari, na verdade, ao contrário do que teria acontecido há uns tempos, acabei por me rir da situação... acabou por ser "fun".

mojo pin, como já referi, o saldo acabou por ser positivo... e isso é o que importa verdadeiramente.

Beijinhos para todos e votos de bom resto de semana.