terça-feira, junho 13, 2006

hoje ficou-me no ouvido

Chegaste com três vinténs E o ar de quem não tem Muito mais a perder O vinho não era bom A banda não tinha tom Mas tu fizeste a noite apetecer Mandaste a minha solidão embora Iluminaste o pavilhão da aurora Com o teu passo inseguro E o paraíso no teu olhar (...) Tu despertaste em mim um ser mais leve E eu sei que essencialmente isso se deve A esse passo inseguro E ao paraíso no teu olhar (...) Se eu fosse compositor Compunha em teu louvor Um hino triunfal Se eu fosse crítico de arte Havia de declarar-te Obra-prima à escala mundial Mas eu não passo dum homem vulgar Que tem a sorte de saborear Esse teu passo inseguro E o paraíso no teu olhar Jorge Palma, Dá-me Lume

7 comentários:

Araj disse...

Aí está um cantor do qual eu não tenho um único cd, mas esta letra está fenomenal...

rute disse...

Gosto de ouvir Jorge Palma mas confesso que tambémnão tenho nenhum cd.

Bejinhos

pinky disse...

adoro essa música, simplesmente divina, e fica mesmo no ouvido, de x em qd dou por mim a cantar isso :)

Visi disse...

Tambem gosto. Beijocas cheias de Luz

boleia disse...

continuo a dizer... nao ha gajo como este!

Carlota disse...

Gosto de ouvir o Jorge Palma de quando em vez...
É um bom artista, sim senhor! Poeta e compositor como já vai havendo poucos...
Beijola.

aprendiz de viajante disse...

Passei aqui para te agradecer as tuas visitas sempre tão simpáticas...

Também gosto muito de Jorge Palma, é um dos meus cantores preferidos!

Um bjo