segunda-feira, dezembro 19, 2005

exageros

É impressionante como as "americanices" tomam conta do país, usurpando, num ápice, o lugar das antigas e menos folclóricas tradições de Natal portuguesas.
Gosto de ver as casas e as ruas com ar natalício, amenizando o frio, mas sem os exageros que hoje em dia ferem a vista.
No lugar onde vivo, essas pseudo-manifestações natalícias nascem de ano para ano como cogumelos. E encontramo-las para todos os gostos: presépios em tamanho natural, renas penduradas, também em tamanho natural, luzes "pisca-pisca" de todas as cores a ornamentar, não uma, mas várias árvores dos jardins particulares, o pai-natal a subir pelas varandas, entre outras que agora não me ocorrem.

9 comentários:

Nilson Barcelli disse...

Concordo contigo.
Resumindo, um país culturalmente pimba...
A maioria é só poluição luminosa.
Beijinhos

Carriço disse...

O Pai Natal a subir varandas está a tomar proporções preocupantes!! Como escreveu o Nilson, cultura pimba ao mais alto nível.

Saudações

Ana disse...

Aviso da Alta Autoridade para as Grades,varandas e varandins:
Devido ao preocupante aparecimento de Pais Natal escaladores, e sabendo que o Pai natal há só 1 que desce pela chaminé, pede-se a todos os utentes das varandas que se mantenham afastados e de portas trancadas. Todos os outros, Pais natal, são meros impostores.E se olharem com atenção os seus sacos estão vazios, logo...

Pagan disse...

Deep(zinha) obrigado pela visita lá no Sujeito Estranho.Como estou ainda a arrumar o sótão (Caderno Mágico)não deu tempo para avisar individualmente, como eu pretendia.
Sobre o teu post... até finjo que nem vejo.O Natal para mim, ainda é a família,as filhozes,o bacalhau cozido e os sorrisos felizes que surgem quando pessoas que se amam se juntam. Natal é também uma festa de esperança, um ano a terminar e outro logo a chegar, é renovação, é empenho, uma oportunidade de jogarmos para trás as oportunidades perdidas e enfrentar as seguintes com um novo vigor. Beijos

amadeu disse...

Bom, é mt fácil atirar estas postas de pescada sobre o nosso país pimba, mas acho que primeiro deviamos meter a mão na consciência e ver o que é que enquanto elite cultural deste país temos feito para criar reais barreiras á americanização das nossas vidas!!? É muito fácil e cómodo desresponsabilizarmo-nos por ausência e depois, como velhos do Restelo dizer que este é um país pimba. Onde é que essa gente que tão levianamente julgaís teve opções culturais?! Chega-lhe com mais nitidez e poder de atração a cultura norte americana que a nossa! E isto minhas amigas e amigos é culpa e "pimbalhice" nossa, não deles.

Ana disse...

agora que se fala de "velho do restelo", veio-me à ideia de algo que, muito raro,os "amaricanos" copiaram de nós em duplicado:
OS VELHOS DOS MARRETAS!!!
8)

Meguinha disse...

Estou a ver que é um fenómeno nacional... Eu até digo mais, ha uma casa aqui para cima da minha que tem uma decoração tal que se fazem excursões (que eu saiba, de Barcelos pelo menos)para vir cá ver... É doentio!

gala disse...

Importámos americanices , mas kem ganha são os chineses.Nem a conta da electricidade afasta tanta decoração. Já agora..se o Pai Natal vem do céu de trenó , não devia estar antes a descer em vez de subir ? lol beijinhos

deep disse...

Gala, já não se pode confiar no Pai Natal... afinal ele também já não mora na Lapónia... Quem vai acreditar num Pai Natal que vem também da China?