domingo, outubro 08, 2017

Retrato

A foto do cartão da escola do 9.º ano

Eu não tinha este rosto de hoje,
assim calmo, assim triste, assim magro,
nem estes olhos tão vazios,
nem o lábio amargo.


Eu não tinha estas mãos sem força,
tão paradas e frias e mortas;
eu não tinha este coração
que nem se mostra.


Eu não dei por esta mudança,
tão simples, tão certa, tão fácil:
- Em que espelho ficou perdida
a minha face?


Cecília Meireles, Antologia Poética

6 comentários:

ana disse...

Que bonito, deep...

deep disse...

A Cecília tem destas coisas, ana. :)

Graça Pires disse...

Cecília Meireles. Sempre maravilhosa.
E como gostei da fotografia do cartão da escola do 9.º ano. Que inocência no olhar!
Uma boa semana.
Beijos.

deep disse...

Obrigada, Graça. :)

Boa semana. Beijo

Laura Ferreira disse...

que maravilha :)

deep disse...

Pois é, Laura. :)