quinta-feira, outubro 19, 2017

A espera 1

Sentou-se e esperou. Esperou pelo autocarro, esperou que a chuva passasse, esperou que a mulher o visse, esperou que os filhos o compreendessem, esperou que o chefe lhe reconhecesse valor, esperou por dias melhores. Percebeu que estava na paragem errada. Levantou-se e correu. Ainda estava a tempo de se apanhar.

nanocontos

4 comentários:

luisa disse...

Gostei muito deste conto. :)

deep disse...

Eu também! :)

CCF disse...

É teu Deep? Que bonito!
~CC~

deep disse...

Não é meu, CC, mas tenho pena que não seja. :)