segunda-feira, fevereiro 29, 2016

Parabéns, miúda!


Hoje é o aniversário da minha mana. Se considerarmos os dias em que pôde efectivamente festejar, só completa 11 anos, ainda que tenha nascido há mais de 40 anos. Talvez seja por isso que os seus desenhos, de onde emana uma certa inocência, nos transportam para o mundo onírico da infância.


Em 2011, escrevi, para lhe oferecer, um tosco "devaneio", que agora resgato do baú:



Nesse mar de hortênsias e de agapantos,
em que fitas a rubra linha do horizonte,
ecoa um mar de terra, bordado de
urzes, giestas e saudades.

Nas duras noite de basalto,
traças, com dedos que são de xisto
e são de lava,
outros reinos maravilhosos
onde a limpidez do azul
assoma e a inocência se reflecte.

Fevereiro de 2011


12 comentários:

Isabel Pires disse...

Ternurento, miúda. :)

deep disse...

Obrigada, Isabel. :) Beijo

Isabel disse...

Parabéns para a tua irmã!
Que conte muitos, com muita alegria :)

Beijinhos:)

deep disse...

Obrigada, Isabel.:)

Beijinhos

JOSÉ RIBEIRO MARTO disse...

Muitos parabéns às duas artistas pelos dois poemas magníficos!
Um abraço
José Marto

deep disse...

Muito obrigada, Zé Marto. Como gosto de te rever por cá!

Um abraço

Anónimo disse...

MUIto Obrigada :D beijinhos
a mana :P

deep disse...

De nada! :) Beijocas

© Piedade Araújo Sol disse...

e foi bem resgatado, o poema é lindo e acho que a mana merece, pois pelo que tenho visto dela, ela é muito talentosa.
beijinho às duas

:)

deep disse...

Muito obrigada, Piedade. :)

Beijinho

Carmem Grinheiro disse...

A mim, me encanta vossa relação apoiada no carinho ;)

Bonito poema.
Ainda vale um "parabéns", nunca atrasado! à mana-artista.
bj amg

deep disse...

Os parabéns chegam sempre a tempo, Carmen. Obrigada!

Um bj