domingo, dezembro 20, 2015

Palavras que gostaria de ter escrito

se soubesse escrever assim:

«Explicaram-me que a intimidade faz-se de dádiva interior, de cumplicidade, de interesse mútuo. Por isso, a intimidade é o primeiro requisito para haver amizade e para haver amor.
Se não disseres nada sobre ti, sobre o que gostas e o que não suportas, sobre o que te faz sentir bem e do que sentes falta, sobre como te organizas em termos práticos, ninguém vai perceber quem tu és e não terás pessoas.»

O texto completo aqui.

2 comentários:

Isabel Pires disse...

Deep, tu escreves com alma e é isso que conta. Só contam as coisas que temos e fazemos com alma dentro.
Obrigada por partilhares o meu texto.
Assim gosto de ser roubada... Vale a pena ter bons larápios. ;)
Beijo enorme, miúda.

deep disse...

Não tens de agradecer a partilha. Foi um prazer fazê-lo.

Outro beijo para ti, Isabel. :)