sábado, novembro 14, 2015

Os ratos roeram a vida

Ocorrem-me as palavras de Manuel Alegre: 

«Os ratos invadiram a cidade
povoaram as casas os ratos roeram
o coração das gentes.
[...]
Na rua os ratos roeram a vida.»

Muita raiva, mas, sobretudo, muita, muita tristeza.

2 comentários:

Luis disse...

Há mais dias que raiva e tristeza, tem a certeza disso.

deep disse...

Pois é, Luís.:)