terça-feira, outubro 06, 2015

Costurar agasalhos

Sabes, aos poucos, fui aprendendo a costurar, com restos de tecidos e pedaços de roupas velhas, agasalhos para o coração. Receio que o Inverno se mostre impiedoso. Quero, por isso, prepará-lo para os dias frios que o esperam. Para que não volte a cobrir-se, primeiro, de pó, e, depois, de gelo. Para que não deixe de o ouvir e não me esqueça que há um músculo a bater no meu peito, que me mantém viva. Para que, um dia, possa exibir com orgulho a sua força, sem temer que se constipe ou que o transformem num trapo gasto e imprestável.



5 comentários:

ana disse...

tão bonito... não o deixe congelar...

Isabel Pires disse...

É uma necessidade que toca a muitos, deep.
Quase nunca se consegue fazer sozinho.
Bonito este trecho!
Beijo.

deep disse...

Obrigada, ana. :) Vou esforçar-me por isso. Bj

Obrigada, Isabel. :) A vantagem da idade é que vamos sabendo fazê-lo melhor. Talvez seja aquilo a que chamam sabedoria. Beijo

pcristinasantos disse...

Penso que ninguém tem o poder de nos fazer sentir farrapos.
Quando está frio, temos é o dever de nos proteger. Penso! ;)

deep disse...

Sejamos nós fortes o suficiente para aprendermos a protegermo-nos. :)

Beijinho