quarta-feira, março 19, 2014

Há momentos

em que não consegues deixar de sentir-te carta fora de qualquer baralho, meia que perdeu o par, peça que não encaixa no puzzle... 

Há momentos em que compreendes que não há esforço que possa alterar essa situação, porque não podes obrigar os outros a gostar de ti ou a gostar de estar contigo e, ainda que pudesses, não quererias estar com quem se esforça por estar contigo...

4 comentários:

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Sim, esses momentos existem e precisam ser superados.
Beijos,
Renata

Isabel disse...

Isso é verdade, mas se há sempre quem não goste de nós, também há sempre quem goste!
Pois que fiquem os que gostam de nós, porque são eles que merecem a nossa amizade, o nosso amor!

Um beijo!

© Piedade Araújo Sol disse...

há momentos assim
mas, há sempre um novo amanhecer...


:)

deep disse...

Renata, acabam sempre por passar. :)

É certo, Isabel, e valorizar quem não vale a pena é uma desconsideração para com aqueles que gostam de nós.

Piedade, valham-nos o a efemeridade dos estados e os amanheceres.

Obrigada a todas pelas palavras.
Bjs e continuação de boa semana. :)