sexta-feira, fevereiro 14, 2014

Love letter

Sabes que é mais uma das muitas “tradições” da sociedade de consumo. Sabes que abominas almofadinhas em forma de coração. Chegas a ficar enjoada e a sentir os pés a colar-se ao chão de tanto mel. Acreditas até que não são as datas que ditam o amor. Ainda assim, não perdes a esperança de ser surpreendida com uma carta de amor a fazer conjunto com uma rosa (que está longe de ser a tua flor de eleição) ou um ramo delas (modesto, porque não és exigente e os tempos são de crise!).

6 comentários:

Mar Arável disse...

Ai de quem não namora

Kátia disse...

Por mim só o fato de lembrar o momento já satisfaz muitíssimo,mas se tiver miminhos melhor ainda!

ADORO Nick Cave!

:-*

deep disse...

Pois, Mar Arável... :)

Kátia, um miminho cai sempre melhor. :)

Bom fim de semana para ambos.

CCF disse...

Pessoas como nós que amam as letras esperam sempre uma carta destas. No entanto, nem toda a gente se exprime assim, tenho aprendido isso dolorosamente.
Beijinho
~CC~

Dulce disse...

Porque é que estás a falar de mim? :p

deep disse...

CC, por que razão temos de compreender e aceitar sempre a maneira de pessoas assim e não são elas a tentar entender-nos e a agir, uma vez por outra, de maneira a agradar-nos?
Estou cansada de ouvir frases como "Deixa lá, ele/ ela é assim." :)
Beijinho :)

Dulce, parece que estou a falar de nós! _:)(Penso que temos muito em comum.)

Boa semana para ambas.