sábado, fevereiro 15, 2014

It´s never too late



Quando fazia zapping pelas gravações automáticas, dei com este "Last chance Harvey", que, em português, tem o título de "A um passo do amor". Porque era o fim da tarde de sexta, momento da semana em que, sempre que posso, faço por estupidificar um pouco em frente à televisão, e porque gosto dos desempenhos do Dustin Hoffmann e da Emma Thompson, decidi parar o zapping e ficar por ali. 
"Last chance Harvey" não é, embora possa parecer, mais uma comédia romântica. É o encontro de duas pessoas desencantadas, com a vida e com elas próprias, e que, em pouco tempo, percebem que gostam de estar juntas. É também um filme sobre o medo de amar, de trocar uma vida solitária e "arrumada" pela "instabilidade" que uma nova relação pode trazer.

7 comentários:

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Eu assisti a este filme aqui no Brasil, cujo título é totalmente distinto, sobre duas pessoas com calos na alma, que se encontram numa situação fortuita, e por aí vai. Gostei da sessão da tarde, mais pelo desempenho dos protagonistas do que pelo enredo em si.
Gosto muito do sue blog, virei sempre que puder.
Tenha um bom fim de semana,
Renata Cordeiro

Nilson Barcelli disse...

Há muita gente com "medo de amar, de trocar uma vida solitária e "arrumada" pela "instabilidade" que uma nova relação pode trazer."
Não vi o filme, mas tem bons actores.
Deep, minha querida amiga, tem um bom fim de semana.
Beijo.

deep disse...

Renata, eu gostei, sobretudo, dos diálogos e do desempenho dos actores.
Obrigada pela visita. Bom fim de semana. :)

Nilson, penso que o que mais há é pessoas com medo de amar.
Um bom fim de semana, amigo.
Beijo

Isabel disse...

Dois dos meus actores favoritos. Vou apontar o título, para ver, se a oportunidade surgir.

Um beijo

deep disse...

Este passou na terça, canal Hollywood. Ainda consegui apanhá-lo na sexta, nas gravações automáticas.
Uma amiga viu por sugestão minha e também gostou.

Um beijo :)

Dulce disse...

Fiquei com vontade de ver, mas não tenho TV nem vídeo, e o pc é apenas um pequeno notebook... (Sou uma raridade, eu sei)

deep disse...

Dulce, um dia vais poder vê-lo certamente. Na minha humilde opinião, vale a pena.
Considera o lado positivo de se ser uma raridade: não ser igual a toda a gente! Tens outras coisa bem melhores, com toda a certeza! :)