segunda-feira, novembro 04, 2013



Mau é quando a sentes como algo de irremediável, como uma presença negra que te ensombra o olhar e te oprime os gestos, como uma doença que te devora as entranhas e a vontade. Ou como a corrente bravia de um rio que te vai afastando dos outros. Talvez sejam só o outono, a chuva e o frio a pregar partidas...

2 comentários:

Isabel disse...

Talvez...

Há que reagir, perante o perigo de nos acomodarmos!

Continuação de uma boa semana!

deep disse...

Quando não há outro remédio, Isabel, vamos levando os dias, ainda que cinzentos e cada vez mais frios.

Obrigada! Uma boa semana também para ti. Bj