quinta-feira, agosto 22, 2013

Realismo ou desencanto?

http://tempocontado.blogspot.pt/2013/08/conversas-e-agrados.html

Infeliz ou felizmente, é um pouco deste modo que eu tenho visto as conversas e as relações nos últimos tempos. Começava a ficar preocupada com o meu desencanto. Depois de ler estas palavras, começo a achar que é realismo. Ou as duas coisas?

(Espero que o autor não se zangue por lhe ter "surripiado" o texto e as suas ideias.)

3 comentários:

Paula Barros disse...

Li o texto, e me sinto assim também.
Diálogos que são monólogos.

Isabel disse...

Interessante.
Nas conversas, a maior parte das vezes, as pessoas querem impressionar, mesmo que não tenham muito a dizer.
Eu acho que podemos dizer as verdades, sem magoar.

Gosto muito de conversar, mas não faço "fretes". Procuro não perder muito tempo com as pessoas com quem não tenho afinidades. Temos que "gastar" o tempo, com coisas agradáveis e não aborrecidas.

Um bom dia!

deep disse...

Muitos são, Paula. O ideal é que consigamos equilibrar as conversas.
Obrigada pela visita.

Isabel, com o tempo, fui perdendo a paciência para certas conversas.

Um bom dia! :)