domingo, março 24, 2013

Feliz aniversário!

    Bar Etxealte, 1983
    Estabas apoyada contra la puerta.
    Te pedí un cigarrillo
    y me pasaste un paquete arrugado.
    Miré dentro. Sólo hay uno, te dije.
    Y qué, me dijiste, ¿te da pena?
    Nos reímos un rato.
    Luego cayeron unas cuantas cervezas.
    Después las cosas siguieron su curso:
    igual de perdidos los dos,
    por qué no perdernos juntos

    Karmelo C. Iribarren
Podia ser 2013, um bar da Invicta... só teríamos de trocar o "juntos" final pelo feminino. Como não aprecio cerveja, teria de substituí-la por outra bebida. De resto, talvez possamos um dia experimentar um momento assim, quem sabe,,, 


Por hoje, menina Hipatia, desejo-te um óptimo dia, em que te concedas a liberdade de fazeres o que te der prazer e te faça feliz.


Deixo-te também uma música, um pouquinho melancólica, mas de que gosto muito. Imagino que já não te seja estranha. :)

2 comentários:

Hipatia disse...

Esta "menina hipátia" cada vez menos menina, anda tresmalhada e distraída. E só viu agora. Obrigada!

E há anos que espero esse encontro. Mas talvez um dia destes tenha eu que meter os pés ao caminho e passar além dos montes :)

:*

deep disse...

Hipatia, seria um prazer receber-te por cá! Actualmente, o caminho faz-se melhor. Pensa nisso. :)