terça-feira, março 19, 2013

A poesia que vem ter comigo

9871

Conheci princípios claros, ideologias limpas.
Hoje, com três quartos de caminho andado,
aguardo a vinda dos amigos. Varri o alpendre.
Junquei de alecrim o chão da casa.
Aqueci o fogo. Cozi o pão.

Galgaram picos, treparam nuvens
antes que aqui chegassem puros.

Libamos o vinho. Saudamos palavras.

A vida concede-nos esta liberdade serena.

Vasco Pereira da Costa, O Fogo Oculto

Sem comentários: