domingo, julho 08, 2012

Saudades do mar


Mar sonoro, mar sem fundo, mar sem fim.
A tua beleza aumenta quando estamos sós
E tão fundo intimamente a tua voz
Segue o mais secreto bailar do meu sonho.
Que momentos há em que suponho
Seres um milagre criado só para mim.



Sophia de M. B. Andresen

3 comentários:

Anónimo disse...

Mosteiros. Foto muito bonita. Também gosto muito de estar só perante o mar. Só eu e o mar, o movimento das ondas, a imensidão. E há qualquer coisa de milagroso nestes momentos. Belo post.

deep disse...

Muito obrigada. Num lugar bonito não é difícil conseguir fotos bonitas. Não vejo o mar desde o Carnaval. Já tenho saudades. Faz hoje precisamente um ano que regressei da minha terceira viagem a S. Miguel. Regressava de bom grado à ilha, mas este ano, ao contrário do anterior, não tive férias em Julho.

Bom resto de semana. :)

Anónimo disse...

Como o mar faz parte do meu dia a dia, nem sempre tenho a consciência de que há quem não viva rodeada por ele. Bom resto de semana também!