sábado, outubro 29, 2011

Caminhas ao meu lado


Caminhas ao meu lado...
Para me roubares a voz,
Para me privares do olhar
Que se alimenta
Da luz dos teus olhos.


Ouso pedir-te a mão,
Forte e amada mão,
Para amparo
Dos passos que dou
Neste tortuoso caminho
Que conduz ao meu ser.


Apertas-me a mão...
Aperta-la
Para atrasares os meus passos,
Para que eu siga
Arrastada p'los teus.


Com que desespero
Apertas a minha mão na tua!
Para iludires
A segurança dos teus
Próprios passos,
Para não sentires
O bater descompassado
Do meu coração,
Para te poupares da minha mágoa,
Da tua mágoa...


Texto e imagem: "deep"

4 comentários:

Virgínia do Carmo disse...

Muito profundo e sensível, Luísa. Gostei imenso :)

Beijinhos

CCF disse...

Muito bem :) Tu, nas tuas próprias palavras.
Abraço do sul
~CC~

anamaria disse...

Muito bonito!

deep disse...

Um obrigada grande às meninas por gostarem e por me fazerem companhia.

Um abraço para cada uma. :)