segunda-feira, dezembro 06, 2010

Algumas palavras 1

Algumas palavras
entram pelo outono
anoitecidas
rasas


são palavras
que se esgotaram
por entre o que sobra
das lides domésticas


nada mais esperam
do que a água
as mós do silêncio
a pedra


Luís Serrano, As Casas Pressentidas

2 comentários:

Virgínia do Carmo disse...

Muito bonito este poema! Obrigada!

Beijinho e bom feriado :)

deep disse...

Virgínia, eu é que agradeço - as palavras e a visita.

Beijinho e um bom feriado também para ti. :)