sábado, novembro 20, 2010

Se alguém, de repente, te oferecer flores...

... isso é "impulso"!

Há dias, quando me encontrava na caixa do supermercado, olhei para trás e apercebi-me de que um colega, que se reformou recentemente, escolhia, numa estante próxima, um vaso de pequenas rosas. Antes ainda de me cumprimentar, estendeu-me o vaso que escolhera, dizendo «São para si.». Embora tenha trabalhado pouco tempo com ele, conheço-o o suficiente para saber que este gesto constitui uma pura manifestação da simpatia e do cavalheirismo que o caracterizam. 
Assim, um momento tão prosaico como a espera numa caixa de supermercado alcançou o estatuto de poesia e, além de o meu dia ter ganhado uma outra luz, tive mais uma prova de que não devo desistir da Humanidade. 

A propósito...

4 comentários:

Ana disse...

Olha um belo acordar de sábado!!
afinal mesmo com chuva os dias sorriam! :)
Veijos (são mais intensos :))

deep disse...

Obrigada, nina!

"Veijos" também para ti e votos de um óptimo domingo. :)

Anónimo disse...

Há pessoas assim, que nos iluminam os dias...

Bjokas

maria3

Virgínia do Carmo disse...

Como dizia uma amiga um dia destes, cada um tem o que merece!

Beijinhos e boa semana!