sábado, julho 03, 2010

(Quase) um conselho

Sê ave graciosa e insatisfeita
em inquieto voo.
Sê orvalho e sê brisa...
Sê a respiração da terra...
Nunca a sombra
de corpos alheios,
nunca o vulto ancorado
em noites sem dono,
nunca barco naufragado
em investidas de mágoa.
Sê sobre tudo,
sobretudo vive.

9 comentários:

Virgínia do Carmo disse...

Belíssmo devaneio poético, Deep!

Bom fim de semana!

deep disse...

Muito obrigada, Virgínia.

Bom fim-de-semana. :)

Lídia disse...

Conselhos dados desta forma tão agradável,é difícil não os querer ouvir mais que uma vez.
Bom fim de tarde, e aproveita a festa e o convívio.

clorinda disse...

Muito bonito.

Ana disse...

Continuo à espera de ver mais devaneios paor aqui...uns três ou quatro só?! há mais escondidos de certeza...
bjitos :0

Anónimo disse...

Pois... quando não temos palavras...

Bjokis Mtis

maria3

deep disse...

Lídia, como sabes, a festa correu bem e a aniversariante gostou do presente.

Clorinda, muito obrigada.

Ana, há mais dois ou três por aqui espalhados na etiqueta "devaneios".

maria3, muito obrigada.

Um óptimo fim-de-semana para todas.

Nelumbo nucifera disse...

Se isto fosse o facebook, punha-te aqui um "gosto". Adorei o "sobre tudo".

deep disse...

Nelumbo nucifera, muito obrigada pelo "gosto" (por vezes, também tenho essa tentação).

Bom domingo. :)