sexta-feira, junho 04, 2010

Zurros

(Na última Sábado)

Só há uns dias percebi que o burrico que, de vez em quando, alguém põe a pastar num campo nas traseiras da minha casa não é o responsável pelos zurros que me chegam da rua, sobretudo nos fins de tarde.

5 comentários:

as-nunes disse...

Oportuníssima observação!

Não me digam que vamos ter de andar umas semanas a ouvir zurrar por tudo quanto é sítio.
Então e não há mais nada que fazer? E em que pensar?

A Nunes

eMe-a-eMe disse...

a vuvuzela? que praga.

p.s. - que linda papoula. adorei.

R. disse...

Isso mesmo, Deep! E o pior é que a coisa arrisca-se a tomar proporções epidémicas!

tsiwari disse...

amei a confusão com o burro...

:)

deep disse...

as-nunes, infelizmente. A ser usada, há um contexto para o fazer. O pior mesmo é quando as ouvimos repetidamente no interior do próprio prédio ou na rua, soprada por gente de todas as idades, ao desafio. Estes lusos "estão loucos"! :)

eMe-a-eMe, que praga, mesmo...

Quanto à papoila (ou papoula), obrigada. Eu adoro ver papoilas nos campos! :)

R., esperemos que não... :)

tsiwari, eu senti-me estúpida quando percebi a confusão. ;)