sábado, maio 29, 2010

Um dos capítulos

Ainda te falta
dizer isto: que nem tudo
o que veio
chegou por acaso. Que há
flores que de ti
dependem, que foste
tu que deixaste
algumas lâmpadas
acesas. Que há
na brancura
do papel alguns
sinais de tinta
indecifráveis. E
que esse
é apenas
um dos capítulos do livro
em que tudo
se lê e nada
está escrito.

Albano Martins, Escrito a Vermelho

3 comentários:

CCF disse...

Gostei, mas não conheço este poeta. Dás algumas referências?
Abraço
~CC~

Jorge Pimentel disse...

Continuo a gostar do que me mostras a ler. Obrigado

deep disse...

CCF, também sei muito pouco sobre este poeta. Descobri-o há tempos numa página da net quando procurava um poema de alguém. Sei que é professor universitário. Gosto de todos os poemas que conheço. Abraço. :)

Jorge, não tens que agradecer. Postar, o que quer que seja, só faz sentido se pudermos partilhar. Fico satisfeita que gostes do que por aqui se vai postando. Eu é que agradeço - as visitas e os comentários. :)