quinta-feira, fevereiro 04, 2010

Parabéns!

A bailarina

Esta menina tão pequenina
quer ser bailarina.

Não conhece nem dó nem ré
mas sabe ficar na ponta do pé.

Não conhece nem mi nem fá
mas inclina o corpo para cá e para lá.

Não conhece nem lá nem si,
mas fecha os olhos e sorri.

Roda, roda, roda com os bracinhos no ar
e não fica tonta nem sai do lugar.

Põe no cabelo uma estrela e um véu
e diz que caiu do céu.

Esta menina
tão pequenina
quer ser bailarina.

Mas depois esquece todas as danças,
e também quer dormir como as outras crianças.

Cecília Meireles

Conheço uma menina, que é pequenina e que quer ser bailarina (pelo menos tem feito por isso!).
Como hoje faz anos, é para ela este poema.


Há uma outra menina que também faz anos hoje. Já não é pequenina, e talvez nunca tenha sonhado em ser bailarina, mas que é uma amante incondicional da natureza, de praia e de viagens.
Na falta de melhor ideia, uma oferta singela: uma foto inédita dos pés da aniversariante, na nossa passagem por Estremoz, no Verão passado. :)

4 comentários:

Astor disse...

Parabéns a ela :P

deep disse...

Obrigada, Astor! As "elas" hão-de agradecer, se passarem por cá. :)

wandolas disse...

Obrigada.
Só hoje passei por cá, por isso vai um agradecimento tardio.
Bjinhos da mãe e da bailarina.

deep disse...

wandolas, não tens que "obrigadar". Foi um prazer. Beijos para ambas. :)