quinta-feira, janeiro 14, 2010

presunção e água benta...

- Mãe, o pai é bem bonito, não é? - É, filha, claro que é! - Tu também és. - Mas sabes quem é mais bonita do que nós? -...? - Tu. - Eu sei, já me vi ao espelho.

2 comentários:

Lídia Borges disse...

A mãe estragou o poema.
Que pena!

L.B.

deep disse...

Pois é, Lídia! :)