sexta-feira, janeiro 29, 2010

J. D. Salinger (R.I.P.)

(Imagem da net)
Conheço pouco de J. D. Salinger, mas é dele uma das personagens que mais me apaixonou e que mais me fez companhia desde os meus dezassete anos. O autor partiu na 4.ª-feira, mas deixa comigo Holden Caulfield, o protagonista rebelde de The Catcher in the Rye (em português Uma Agulha no Palheiro ou À Espera no Centeio), que de leitura obrigatória de Inglês passou a livro de culto, não só para mim, mas para algumas pessoas que conheço e, ao que parece, para muitos leitores do mundo inteiro.
Além disso, a obra é referida em filmes (Teoria da Conspiração, com Mel Gibson, por exemplo) e ficou associada à trágica morte de Jonh Lennon, uma vez que o homem que o matou transportava consigo um exemplar.

1 comentário:

Valentim Coelho disse...

Eu gostei do filme Teoria da Conspiração, embora nunca tenha lido o livro.
que os anjos o guardem.