sábado, outubro 17, 2009

"keepers"

Dizia-me há tempos uma prima, que é mais amiga que prima, que eu sou uma "keeper" no que toca à amizade. Nisto tenho que concordar com ela. Contudo, um "keeper", como um teimoso, não pode sê-lo sozinho. Se conservo amigos, entre os quais a própria, desde que me conheço e outros desde há 20, 10 ou menos anos, é porque os mesmos quiseram ser conservados e porque são também "keepers". Os que não conservei talvez nunca o tenham sido. Se assim fosse, tê-los-ia ainda, mesmo que a distância física e o tempo nos tivessem privado das vivências quotidianas. Uma relação que se alimenta apenas de partilhas circunstanciais está condenada à partida. Podemos apelidá-la de companheirismo, de cumplicidade ou de cordialidade, quanto muito. A amizade, é mais do que isso, apesar das contrariedades, as grandes e as pequenas, das falhas e das diferenças de cada um, até dos momentos de raiva e de ciúme - que também os há entre amigos.
Hoje tomei o habitual café de sábado de manhã com uma "keeper", uma das mais antigas... E que bem que ele me soube!
É para ela e para outros como ela que vai a próxima música:

4 comentários:

Alecrim disse...

Também sou como tu, uma "keeper"...
O que é tããão bom!

Anónimo disse...

Que bom, eu também sou uma "Keeper".
É bom ter-te por aí....
Beijos
Elsa

deep disse...

Pois é, Alecrim, é um grande prazer ser uma "keeper"! :)

Elsa, não pude deixar de pensar em ti quando escrevi este texto. Também para mim é muito bom ter-te por aí ao fim de tantos anos.

Um xi apertado. :)

wandolas disse...

Só hoje vi a postagem, obrigada pela oferta.
Para o próximo sábado há mais cafezinho:-),