segunda-feira, setembro 28, 2009

apetece-me ser picuinhas

Recebi hoje este texto por e-mail. A imagem da fila indiana, do senhor Gilberto de Nucci, teria o seu quê de curioso, se não fosse uma ideia roubada de um texto de um autor latino (que ainda não desisti de procurar) que conheço, no original, há mais de vinte anos. Nesse texto, em vez de "sacolas", faz-se referência a um alforge onde carregamos, nas costas, os nossos defeitos e, à frente, as nossas virtudes, por isso esquecemos facilmente os primeiros.

1 comentário:

Alecrim disse...

Apetece mesmo ser picuinhas. Porque plagiar é feio.