quarta-feira, julho 01, 2009

É estranho, encantador e pouco possível de se explicar esse sentimento que se apodera da gente quando, por instinto, se pressente que há uma possibilidade de amor nos rondando. As mulheres bonitas sempre nos despertam desejos; mas há ocasiões em que esses desejos mesclam-se com outro tipo de sentimento, mais fino, mais delicado, mais expectante; não é ainda a paixão que arrasa e atormenta, nem é apenas a vontade de beijar e deitar-se acariciando um corpo macio e quente com seus cheiros. É como se estivéssemos, por um instante, suspensos entre esses dois abismos, sem a noção clara de qual deles irá nos atrair primeiro. Murilo Carvalho, No Rastro do Jaguar

Sem comentários: