domingo, maio 24, 2009

the man who sold the world

2 comentários:

manuel cardoso disse...

absolute beginners, decididamente melhor ainda.
Mas o que me levou a aparecer aqui foi o achar que felizmente que há chuva que não molha, fogo que gera, vento que traz e tempo que recorda - quanto mais não seja o que o tempo tentou apagar! Se assim não fosse, se fosse apenas o que está sob o "letras são papéis", não havia quem escrevesse que a chuva molha, que o fogo consome, ...

Infame da Vileza disse...

Foi bom recordar!
Bjs