sexta-feira, abril 24, 2009

que las hay, las hay

Se acreditasse em bruxas, diria que hoje alguma me viu e me lançou um mau olhado.
Tudo começou com um secador enfurecido que desatou a lançar chamas e fumo e que teria feito mais estragos se não o tivesse arremessado de imediato contra o chão e desligado da tomada.
De seguida, ao tocar no interruptor da casa de banho, a lâmpada estoirou - literalmente.
No fim do dia, quando voltava, a pé, de uma consulta, provoquei, ainda que sem qualquer culpa, um acidente. Eu explico: parei junto a uma passadeira, um condutor parou para me deixar passar, contudo o que vinha atrás dele como estava distraído, não se apercebeu, acabando por bater na traseira do outro e deixando a frente do seu carro desfeita. Sei que não fui responsável pelo que aconteceu, mas não deixo de pensar que se tivesse decidido atravessar numa passadeira alguns metros antes , como ainda me ocorreu, tal não teria acontecido.
Para finalizar: a minha televisão não liga. Hoje que tinha a intenção de esparramar-me um pouco no sofá, a desgraçada decidiu fazer birra.
Estou ansiosa por que este dia acabe... só espero que o azar não venha em pacote fim-de-semana!

5 comentários:

Carlota disse...

Tu desliga-me já o computador! Pelo sim, pelo não. :)
Bom fim-de-semana!

Anónimo disse...

A explicação está na electricidade estática. Relativamente ao acidente, tudo se deve à tua beleza!!!!!Não acredito em bruxas.A vida é como um carrocel, hoje estás na curva de baixo.Beijos( continua a escrever)

tsiwari disse...

Melhorou???


;)***

Fabulosa disse...

será que estavas presa numa espécie de sexta-feira treze fora do calendário? ;)

há dias assim...
*suspiro*

Infame da Vileza disse...

Há dias em que penso o mesmo.
Deixa que te dê os parabéns por teres sobrevivido ao ataque de tanta força maléfica, nunca tive um dia assim! Deves estar protegida pelas forças do bem. Não tenhas medo.
Bjs