quarta-feira, abril 22, 2009

Havia

Havia 
na minha rua 
uma árvore triste. 

Quebrou-a o vento. 

Ficou tombada, 
dias e dias, 
sem um lamento. 

(Assim fiquei quando partiste.) 

Saúl Dias

1 comentário:

Infame da Vileza disse...

"Conheci" Saúl Dias em Ponte de Lima pelas mãos de uma colega de Português!
Bjs