terça-feira, abril 21, 2009

e mais de um século depois...

O português nunca pode ser um homem de ideias, por causa da paixão da forma. A sua mania é fazer belas frases, ver-lhes o brilho, sentir-lhes a música. Se for necessário falsear a ideia, deixá-la incompleta, exagerá-la, para a frase ganhar em beleza, o desgraçado não hesita... Vá-se pela água abaixo o pensamento, mas salve-se a bela frase. Eça de Queirós, Os Maias
... será que é diferente?
No excerto, substituiria "pensamento" por "verdade"...

1 comentário:

Infame da Vileza disse...

Eu substituiria português por Ser Humano. Belas frases para tentar embelezar actos hediondos.
Bjs