sábado, março 14, 2009

Purismos à parte,

não me parece bem que:
- um representante do principal partido português use insistentemente, num debate público, "tá" em vez de "está" e que se dirija aos seus interlocutores com a expressão "Olhe lá" (não conheço o verbo "tar" e sempre me disseram ser falta de educação abordar alguém com a expressão referida);
- que uma jornalista da televisão pública não saiba a diferença entre "sobre" e "sob", usando erradamente, numa peça do Jornal da Noite, a expressão "sobre a alçada".

1 comentário:

vaandando disse...

... mantenha este lugar , assim todos nós podemos escrever o que vamos ouvindo e não é pouco , vindo de onde vem ...
bem haja !
cordialmente
____________ JRMARTO