sexta-feira, fevereiro 20, 2009

mimos

Quando cheguei a casa para almoçar, dei com um pacote postal na soleira da porta. Não faço anos, não me recordava de ter encomendado alguma coisa... Peguei nele e, antes ainda de ler o remetente, reconheci a caligrafia de uma amiga querida. Dentro, além de um postal ilustrado da localidade onde vive, em que redigira umas breves linhas, um cachecol de um fio macio, de fabrico caseiro. "Foi feito com muito carinho.", escreveu. Eu sei que foi... não conhecesse eu a bondade dela há mais de vinte anos! São gestos assim que tornam pequenas aquelas pessoas que só se sentem grandes a diminuir-nos, a virar contra nós os nossos pontos fracos. Depois de uma prova da mesquinhez e da maldade humanas que tive no fim da manhã, um mimo veio mesmo a calhar! Talvez não chegues a ler este texto... De qualquer forma: obrigada, amiga!

1 comentário:

Alecrim disse...

Concordo contigo: são pessoas simples e lindas que tornam insignificantes os que se julgam grandes.