quarta-feira, novembro 26, 2008

Parabéns, Infame!

Infame, espero que gostes dos presentes virtuais. Simples, mas de coração... Aquela senhora tem um piano Que é agradável mas não é o correr dos rios Nem o murmúrio que as árvores fazem... Para que é preciso ter um piano? O melhor é ter ouvidos (1) E amar a Natureza. Alberto Caeiro (1) ... e olhos, digo eu...

4 comentários:

vaandando disse...

Parabéns Ao Infame !
muita INfâmia, muita!
Abraço Amigo _____________
JRMarto

Nilson Barcelli disse...

O Fernando Pessoa é um poeta que tenho lido muito e à lupa.
Neste poema, "ter ouvidos" não é apenas ouvir.
Tal como "ter um piano" não representa apenas ter um piano.
Como sabes, a mensagem do poeta vai muito para além disso. Ele compara o ter material com o ter dos sentidos. O ter a Natureza, e usufruir do que ela dá, comparado com o ter que não pertence à Natureza.
No fundo, é a apologia das coisas simples e naturais... ainda que as outras possam ser agradáveis.
Beijinhos.

Infame da Vileza disse...

Obrigada por estes mimos e por todos os outros que me tens dado.
Obrigada pelos momentos de partilha.
Obrigada pela poesia que imprimes nas tuas acções.
Bjs

Koky disse...

Isto não tem nada a ver com o assunto, mas se não se a "stôra" não se importasse, removia o 159cm aí do alfabeto. Que o novo acordo decidiu sobre o não uso de tal carácter.